Obediência ou Prisão?

Por Alessandro Silva

images

“Ser-se livre não é fazermos aquilo que queremos, mas querer-se aquilo que se pode.” Jean-Paul Sartre

“O homem nasceu livre e por toda a parte vive acorrentado.” Jean-Jaques Rousseau

Há variáveis quando se discute esse assunto,  somos realmente livres?,  temos livre arbítrio?, ou somos marionetes, manipuladas a todo instante, Tolstoi uma vez disse: “Não alcançamos a liberdade buscando a liberdade, mas sim a verdade. A liberdade não é um fim, mas uma consequência”. nós buscamos a liberdade, mas muitas das vezes nos sujeitamos, e por obediência nos acorrentamos à uma prisão, onde as correntes são invisíveis, postas por nós mesmos.

“O homem nunca encontrou uma definição para a palavra liberdade”. Abraham Lincoln

A princípio evidencia-se a necessidade de entender o que é liberdade, está em ir e vir onde queremos?, fazer o que queremos a hora que bem entender? se for isso não o fazemos de forma correta, pois muitas das vezes cedemos por obediência a abrimos mão da nossa “liberdade”. Por esse motivo nota-se que existem muitas ilusões às quais nos apegamos para poder funcionar como pessoas humanas.

Uma das maiores delas é a de que existe algo que possamos fazer para não encherem mais o nosso saco, para a família parar de se meter em nossa vida, para o mundo finalmente ficar satisfeito com nossas escolhas, mas não existe. O mundo é como um namorado ciumento, se usarmos uma saia mais longa, ele não vai ficar satisfeito com sua namorada obediente e pudica: vai querer mandar no nosso decote.

A obediência, além de ser uma prisão, simplesmente não funciona, muitos dizem que obedecem por respeito, mas respeito é uma via  de mão dupla, a título de exemplo temos aquela frase que já virou um clichê:

Eu queria fazer Letras, mas meu pai me “obrigou” a fazer Engenharia. Ou o pai aceita as escolhas do filho e fica feliz por ele, seja cursando Artes Cênicas ou Direito; Ou o pai não respeita as escolhas do filho e só lhe amará e aceitará se fizer o que ele quer. Nesse último caso, como o pai não respeita o filho, eu diria que o filho está automaticamente liberado de respeitar o pai.

Ser uma pessoa adulta é finalmente aprender a impor limites e dizer “não”, quando guardamos o “não” pra nós, abrimos mão da nossa liberdade de escolha, digo isto, pois, esse foi o tema das palestras semanais que tenho na minha cabeça, a palavra “não” é uma das mais poderosas e libertadoras que existem.

Diante disso, entende-se que deve se dizer não pra tudo, claro que NÃO!, não seja um Carl Allen da vida ( personagem interpretado por Jim Carrey no filme Yes Man, no Brasil “Sim Senhor” que dizia não há tudo até que um dia ele assiste uma palestra motivacional onde ele tem que dizer Sim a tudo que lhe é proposto), não tenhamos isto como exemplo, mas um pouco de desobediência não faz mal a ninguém, não quero que fiques rebelde, mas muitas vezes, basta um não para desmontar o sistema, temos que ser justos, colocar tudo na balança, que o que você queira de verdade pese mais do que a obediência e o respeito, façamos uma revolução em nós mesmos, internamente sejamos livres, que se estou por cima é por minha escolha, se estou na merda, que seja por minha escolha, e não porque tive medo de dizer “não” e consequentemente não trilhei o caminho que desejava.

Pois bem, o X da questão é a questão em si, temos ai um paradoxo, o resultado depende do seu contexto, da sua realidade, seja obediente, tenha respeito ,mas acima de tudo, sejas livre…

“A prisão não são as grades, e a liberdade não é a rua; existem homens presos na rua e livres na prisão. É uma questão de consciência”. Mahatma Gandhi

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s