Poema

Por Alessandro Silva

Não sou de escrever em verso, sou prosador, ou tento ser, mas de período em período na minha graduação sou convidado a escrever em verso, e eis que venho tentando me adentrar a essa arte de escrever tão linda e que aprecio, eis então que postarei aqui algumas tentativas, na graduação aprendi sobre métrica, rimas, sílabas poéticas, mas deixando de lado o que aprendi, não vou levar muito isso em conta, meio que me bloqueia, me tira o tesão de escrever, então perdoem esse pobre prosador que vai se aventurar na arte de escrever em verso.

Bem ou mal,
coisa e tal,
como uma fênix sobreviví
renascí,

Sou por Deus abençoado
Falar é fácil já diz o ditado
No sentido da perfeição
Sou um Eu inacabado

De luto, Luto!
Luto contra o Eu em mim
Mesmo ferido
Luto até o fim

Sou o inimigo do meu mundo
Sou filho da graça
e a graça
Vê beleza em tudo.

Anúncios

Um comentário sobre “Poema

  1. Lindo… Amei… Parabéns… Você pode até achar que não foi um grande poema, mas há pureza e sinceridade em suas palavras… Continue escrevendo poemas…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s