ESCREVO-ME (soneto)

Por Alessandro Silva

Se não escrever minha história

de nada ela terá valido.

Logo a terei esquecido

guardada na memória

Apenas um rascunho minha história

Conto sobre minhas derrotas.

Pelo mundo dei voltas

cantando minhas vitórias, Vitória

Um capítulo aqui, ali, conto-me…

Cada palavra uma cicatriz

de cada ferida que sofri, curei.

Narro cada feito que fiz

Profiro bem alto palavras que outrora calei

Penso, logo escrevo-me.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s