NOSTALGIA (Soneto)

Por Alessandro Silva

IMG_20131006_101237

Se foi a inocência, perdida nas voltas que o mundo dá.

Ele gira, mas não volta pro mesmo lugar.

Lembranças que não vão voltar.

Meu passado me acompanha como uma sombra, perdida

Impressos na memória,

o que quero esquecer.

O sol é sempre o mesmo a cada amanhecer,

ainda assim resplandece sua glória.

Sinto falta de momentos que não vivi.

Busco reviver aquela alegria.

Peco na vontade de sentimentos que não senti.

É inconsciente essa nostalgia?

Olhei pra trás e a mim mesmo menti.

A saudade compôs essa elegia.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s