CRÔNICA – NO BALANÇO DO BUSÃO #10 [Emojis Da Vida Real]

Por Alessandro Silva

2172c3f26c7c9bc266bb70d797927647f1a69ab8

Dentre os inúmeros meios de comunicação nessa atual era digital, uma que começou na internet e migrou para os celulares foi os emojis, A palavra emoji (ou Emotions mais poularmente conhecido) vem da junção dos termos japoneses “e” (imagem) com “moji” (letra). O neologismo foi adotado para representar aqueles ícones disponíveis nos teclados dos smartphones que já fazem parte do nosso idioma digital. É possível manifestar raiva ou alegria com japoneses, árabes, gregos e húngaros usando o “alfabeto” dos desenhos. Shigetaka Kurita, quando criou os primeiros emojis em 1999, pensou em facilitar a comunicação digital entre pessoas de vários países. hoje em dia esses ícones são usados o tempo todo em redes sociais e mais ainda em aplicativos de mensagens instantâneas, esses ícones reproduzem a nossa expressão facial, seja de alegria, de raiva, paixão, tristeza entre outros, atualmente é mais comum ver essas expressões faciais através dos emojis do que na vida real, não que as pessoas não expressam seus sentimentos, mas porque ninguém repara, as pessoas não olham umas para as outras, não olham nos olhos de ninguém, estão sempre de cabeça baixa, no balanço do busão elas estão sempre no celular, lendo um livro, tirando um cochilo, olhando pela janela e pensando na vida, mas esse que vos fala como bom observador, não teme olhar as pessoas nos olhos, pois são essas observações que alimentam o que escrevo, e dentro do coletivo lotado são várias expressões a analisar, os emojis da vida real, entre idas e vindas, caras e bocas, terminal a terminal, tento captar o que se passa dentro da mente das pessoas através de suas expressões faciais, algumas são fáceis, como:

aque demonstra alegria, aquela pessoa que está de bem com a vida, provavelmente está indo passear no shopping e não está reocuada com nada, pois só assim para ter essa expressão em busão lotado;

aaaessa expressão é mais comum em pessoas que não conhecem o seu destino, e geralmente ficam em alerta para não perderem o ponto, geralmente elas perguntam ao trocador do ônibus, quando o trocador é gentil ajuda com prazer, mas quando é aquele mala que tem essa cara: dfndvn cara que diz que ele não tem cara de Google Maps;

A maioria das pessoas fica em seus smarthones usando os aplicativos de mensagens instantâneas, as mulheres esboçam várias expressões ao ler as mensagens que recebem, dentre elas essa hjmhyjmhjm é quando recebem aquele xaveco do colega da faculdade, do namorado, marido, amante entre outros, mas também tem aquela expressão vsdbsdbvbsd  que usam quando estão na rede social e veem que o namorado curtiu a foto daquela concorrente, vvmvnmvn,  essa é quando ele comenta a tal foto, ai sim deu ruim pra ele, e nem imagine os emojis que ela vai mandar pra ele ali mesmo;

dfndvn essa é aquela pessoa que fica olhando de lado pra outra que está sentada ao lado, sempre desconfiada, se sentindo superior, mas a pessoa que está sendo regulada está assim gndgnfgmnfgh, ou seja, nem ai;

bmfbmf ai está aquele dorminhoco que apaga entre as viagens e tem que ser acordado no ponto final; httjghmgh cara tirado a

playboy fazendo postura que macho alfa pra aquela patricinha esnobe que está de frente pra ele jmghmghmgj ;

Entre idas e vindas no balanço do busão, entre caras e caretas, facetas e emojis, as pessoas ainda usam de vários meios de comunicação, verbais e não verbais, em uma era tecnológica veio esse novo canal de comunicação, parafraseando nossos ancestrais, quando o homem caminhava ainda engatinhando por sobre a terra, o falar era apenas com gestos, caretas, gritos. Dizem que um gesto vale por mil palavras(contraditório pois não me cabe imaginar um gesto que expresse mil palavras), enfim, quantas palavras equivalem um emoji? Assim como todo meio de comunicação, deve ser usado corretamente e dentro do contexto, e entendido pelo o outro, assim como a palavra em uso, os emojis também evoluíram, há emojis com etnias diferentes, de profissões, mas os ruivos não ficaram nada contentes quando ficaram de fora da atualização. Protestos virtuais pedem a inclusão do bonequinho de cabelo vermelho. Um abaixo-assinado virtual busca mais 8 mil adeptos para completar a petição com 25 mil assinaturas pelos redheads. O fato é que essa moda não vai passar tão cedo, mas as pessoas tem de entender que expressar suas emoções na vida real também, não é uma tarefa fácil dado as circunstâncias de convívio social atual, mas não dói posso atestar. aklndlkqnfkqenklnknklfnjgkwngç

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s